Em janeiro - Aquele primeiro


O ano mal começou e 8,3% dele já foram embora. Não sei bem como me sinto ao final de mais um mês. Ao mesmo tempo em que parece ter passado rápido demais, também parece que muita coisa aconteceu. Achei que seria interessante fazer um post de resumo do mês. Este será no improviso, porque tive a ideia em cima da hora, mas pretendo ir construindo os próximos ao longo dos meses e postar sempre no último dia (ou no primeiro dia do mês seguinte). O que acham?

No blog

O ritmo aqui foi bem frenético. Ainda estou buscando o ritmo ideal, o equilíbrio entre todas as ideias que eu tenho e o tempo disponível para colocá-las em prática. Fiz um planejamento no Google Calendar que tem funcionado bem e consegui manter entre três e quatro posts semanais, mas ainda aceito sugestões. Quero saber o que a minha meia dúzia de leitores acha.

Destaques

Os posts mais visualizados de Janeiro (não necessariamente publicados no mês).

  • 5 lições sobre vulnerabilidade: Esse é o post visualizado desde o início do blog, o que me deixa muito feliz, porque foi o mais difícil de escrever, mas também é algo muito importante para mim (e ainda falarei mais sobre o assunto).


Fora do blog

Como já comentei em outras oportunidades, eu tenho usado muito o Instagram. Foram mais de 70 fotos, tenho postado 2 ou 3 fotos todos os dias. Comecei a participar do Desafio Primeira, que consiste em postar uma foto por dia, de acordo com o tema proposto. Estou adorando, é ótimo para despertar a criatividade. E fiquei surpresa com o retorno, tenho 6 fotos que passaram dos 100 corações (e 1 que empacou nos 99), nunca esperei por isso. Você pode ver as 8 mais curtidas na imagem que abre este post. Também estou postando muitas fotos minhas, mas isso é assunto para outro momento.

Agora que já encontrei o meu ritmo com as fotos, quero explorar melhor outras redes sociais, principalmente o Twitter e a Fanpage do blog.

Offline

O ano começou bem parado por aqui (o que explica eu ter conseguido escrever mais posts do que nos 3 meses anteriores). Meu trabalho é uma montanha-russa, como sempre. Uma semana sem fazer nada e mais uma sem ter tempo nem para respirar. Já me acostumei com os momentos de correria, mas dias parados acabam me estressando mais, principalmente nesses tempos de crise. A parte boa é que estou aprendendo algumas coisas novas também. Mesmo quando a situação não é a ideal, nós podemos encontrar alguma forma de melhorá-la. Quero falar mais sobre isso, assim que eu conseguir organizar as ideias na minha cabeça.

Uma novidade (que não é mais novidade, já que eu vivo comentando no meu Twitter pessoal e até já falei em outro post) é que estou estudando Espanhol. Ou, melhor dizendo, estou apanhando do Espanhol. Eu aprendi Inglês sozinha, sei um pouco de Italiano, consigo ler em Francês, mas o idioma que parecia mais fácil, acabou sendo o mais difícil. O ritmo das frases, a conjugação dos verbos, os fonemas, só agora estou começando a internalizar as coisas, mas ainda não me arrisco a dizer nem um "hola". Aguardem mais sobre o assunto nos próximos meses.

Em breve...

Para Fevereiro, se eu conseguir seguir o planejamento, vocês podem esperar mais dicas de músicas, filmes, livros e séries, como sempre. Estou cozinhando há semanas um post sobre autoestima, que está relacionado ao da vulnerabilidade e também é difícil de escrever, mas acho que vai valer a pena. Espero terminá-lo durante o recesso de Carnaval.

Eu recomendo

Essa parte ficaria melhor se eu fosse salvando os links à medida em que os leio, mas, como isso não é mais possível, vou confiar na minha memória (que bem boa).
Por hoje, é só isso tudo. Gostaram do formato do post? Comentários são sempre bem-vindos e muito esperados.

CONVERSATION

Back
to top