Em fevereiro - Aquele do tombo


Último post de Fevereiro, é hora de fazer a retrospectiva do mês mais curto do ano (e que parece ter durado 60 dias). Ainda estou esperando alguma coisa interessante acontecer este ano.

No blog

Depois de algumas tentativas que não deram certo, acredito que tenha, finalmente, encontrado um ritmo bom de postagens para manter o blog sempre atualizado, mas sem ter que me sacrificar por isso. Agora, estou testando alguns horários diferentes e formas de divulgação, até troquei o horário padrão que sempre usei para postar e desde a semana passada, os posts saem às 9h em vez de 8h.

Destaques


  • Como configurar os Summary Cards do Twitter no Blogger: Este foi o post mais visualizado do mês, o que não é nenhuma surpresa, já que a dica pode ser útil para muita gente. Infelizmente, descobrimos alguns problemas quando outras pessoas tentaram implantar, mas irei atualizar o post assim que conseguir resolvê-los. Para ficar sabendo de qualquer novidade, siga o Twitter do blog.
  • O Livro do Amanhã (Cecelia Ahern): Dica de um livro que nem está entre os meus favoritos, mas tem uma protagonista que é uma pessoa horrível e não consigo não amar.

Fora do blog

Não mudou muita coisa desde o mês passado. Continuo postando bastante no Instagram, embora a quantidade de fotos tenha diminuído. Eu não sou uma pessoa muito visual, minha criatividade para fotografia é limitada. Além disso, minhas combinações inéditas de roupas estão acabando, então, não vai ter mais fotos no espelho todos os dias. Mas continuo gostando de fotografar flores e o céu, incluindo um pôr do sol incrível a que assisti da varanda de casa. É uma pena que o meu querido horário de verão tenha acabado, agora terei que esperar até outubro, já que saio do trabalho depois que já escureceu.

Uma foto publicada por Cíntia Mara (@cintiamcr) em

Ainda estou tentando definir o que fazer com as outras redes sociais. Agendei algumas divulgações de posts antigos no Twitter, me avisem se estiver demais. (Eu acho que não, sinceramente. É só um tweet uma semana depois e outros com 3/6/9/12 meses.)

Por fim, continuo tentando me entender com o Pinterest. Alguém usa? O que vocês fazem lá? Tenho usado mais para ler posts em blogs gringos do que para realmente postar. Até criei um painel de dicas.

Offline

Como eu disse, não tem muita coisa acontecendo. Além do meu trabalho sendo a mesma montanha-russa de sempre, continuo apanhando do Espanhol e fazendo alguns cursos na empresa, para me ajudar a sobreviver à crise (que tem me deixado preocupada não apenas por mim, mas por pessoas da minha família, amigos e colegas). Há alguns dias, o Timehop me lembrou que neste mês fez dois anos que eu fui demitida. Embora eu esteja muito melhor agora, pensar nisso sempre me faz mergulhar em um mix de sentimentos controversos. É aquela contradição entre parecer que foi ontem e parecer outra vida.

No meio de Janeiro, comprei o livro/diário Uma Pergunta Por Dia. Pensei que não fosse conseguir responder sempre, mas até agora estou indo bem (com exceção de algumas perguntas que soam pessoais demais até para um diário). Já estou vendo que morrerei de vergonha das minhas próprias respostas daqui a algum tempo.

Terminei de ler o segundo livro do ano, Becky Bloom em Hollywood. Um livro por mês não é muito, mas já me deixa feliz. Também voltei a frequentar os encontros do Clube [do Livro] das Chocólatras, que este mês ainda teve um aniversário de bônus. (que foi no dia do "incidente" que me deixou roxa por três semanas. Graças a Deus, agora já estou bem, até já voltei a correr para pegar ônibus).


Em breve...

Para esta semana, já tenho programado um post sobre estudar idiomas do qual estou particularmente orgulhosa. Aguardem! Para as próximas, além do normal, tenho mais um post pessoal, um sobre opinião e um sobre viagens. Minha agenda está linda; se tudo der certo, já tenho o planejamento até julho e muitas ideias continuam surgindo (inclusive, ideias que leitores me deram, então, fiquem à vontade para sugerir).

Eu recomendo

Fico por aqui, desejando que o mês de março seja ótimo.

CONVERSATION

Back
to top