[Playlist] Barlow Girl


Meu gosto musical é uma bagunça. Não chega a ser eclético, porque tem muita coisa que só chega aos meus ouvidos quando sou obrigada pelos vizinhos ou pelos comerciais do Spotify, mas tem alguma variedade. O som que sai pelos meus inseparáveis fones de ouvidos costuma seguir o meu humor, que pode mudar rapidamente. E também tenho fases. Às vezes, descubro algum cantor ou banda que não conhecia muito e fico ouvindo por dias.

Existem, porém, alguns artistas que atravessam todas as fases e humores. Embora tenha encerrado oficialmente a carreira em 2012, Barlow Girl nunca saiu das minhas playlists desde que conheci a banda, em 2007.


Há dois principais motivos para eu amar tanto a banda: Primeiro, por ser uma banda de rock formada apenas por mulheres. Eu adoro cantar, então, a maior parte do que ouço é feito por mulheres - o que pode ser comprovado pela proporção mulheres/homens nas playlists do blog. Porém, no rock, que é um dos meus estilos favoritos, a presença feminina é menor e fica mais difícil encontrar alguém que eu goste tanto assim.

O segundo motivo são as letras, com as quais eu sempre me identifico muito. Eu poderia escrever um post diferente baseado em cada uma das músicas delas. E, embora seja uma banda cristã, muitos dos temas abordados são universais, especialmente os do álbum Love & War, que é uma preciosidade de tão bom. Inclusive, na época em que li a trilogia Jogos Vorazes, as músicas desse álbum eram as que eu mais ouvia, pois ele todo tem um clima de despertamento, também bastante apropriado para o momento que o Brasil está vivendo agora.


We are not blind, we know the truth
Still we don't stand, still we don't choose
We'd rather stay so comfortable
Stuck in our world that's under control
We may no pull the trigger but we
Stand by and watch, then pretend not to see
Silence is worse than evil done
What in the world have we become
(Running out of time)

Minha favorita, porém, é I need you to love me, do álbum Another Journal Entry. Foi a primeira música da banda que ouvi e a letra até hoje me atinge bastante, especialmente naqueles dias em que eu me sinto a pior pessoa do universo. Também amo Beautiful Ending, que aparece na foto acima e tem um clipe agoniante. E, embora eu não tenha incluído nenhuma música dele, vale mencionar que o álbum de Natal delas, Home for Christmas, também é excelente, o meu álbum de Natal favorito.

Esta foi a playlist mais longa que eu criei até agora, o que não é nada surpreendente, considerando que já deve ter dado para perceber o quanto eu amo essa banda, então, espero que gostem!


CONVERSATION

Back
to top