1 lugar que você precisa conhecer em BH


Apesar de ter nascido e desde a adolescência passar grande parte dos meus dias em Belo Horizonte, só recentemente é que eu fui conhecer melhor a minha cidade - agradeço aos amigos de outros estados por isso, pois acabo descobrindo lugares legais quando saio com eles. Há muita coisa que ainda quero conhecer, mas existe um lugar aonde eu levo todos os meus amigos, recomendo para todo mundo que conheço e visito sempre que posso (o que ocorre com frequência, já que é bem perto do meu trabalho).

Praça da Liberdade

Se você estiver em Belo Horizonte por pouco tempo e quiser escolher um único lugar para visitar, escolha a Praça da Liberdade. Não apenas por ser um lugar agradável para passar algum tempo e tirar fotos, mas porque envolve muito mais do que apenas fontes e flores. Ali encontra-se o Circuito Cultural Praça da Liberdade, composto por 12 espaços:

Uma foto publicada por Cíntia Mara (@cintiamcr) em

Eu não conheço todos e alguns eu tenho quase certeza que não estavam listados da última vez que entrei no site. Todos ficam nos arredores da praça ou a alguns quarteirões, numa região que também inclui a Academia Mineira de Letras, a famosa Igreja de Lourdes, o Centro de Referência da Moda e alguns teatros. Vale a pena lembrar que a entrada é gratuita na maioria desses lugares e que às quintas-feiras os espaços do Circuito ficam abertos até as 21h.

Já estive algumas vezes no CCBB e na Casa Fiat de Cultura, que hospedam exposições diversas ao longo do ano. Também já fui ao Museu das Minas e do Metal, que é uma visita ótima para quem gosta de ciências em geral, porque além da exposição de pedras (que eu gostaria de ver transformadas em brincos e penduradas nas minhas orelhas), há monitores espalhados pelos corredores contando a história desses metais. Eu me arrependo por não ter ido com mais tempo para ver tudo (pretendo voltar).

Uma foto publicada por Cíntia Mara (@cintiamcr) em

Meu lugar favorito, porém, é o Memorial Minas Gerais Vale. Já fui lá três vezes, com pessoas diferentes e voltarei sempre que puder. Esse lugar é quase que o estado de Minas Gerais resumido. São várias salas, cada uma contando, do seu jeito, um pouco da história e cultura mineiras. Mesmo que já conheça todas, eu gosto de ir com alguém, porque a melhor parte é a surpresa de cada sala, porque nunca dá pra saber o que há do outro lado, então, eu fico parecendo uma criança na expectativa das reações das pessoas. Minha sala favorita é uma que assusta todo mundo com seus rostos gigantes de gesso. E a de Drummond. E as salas tecnológicas do terceiro andar. E a da história de BH. E... Todas.  Eu andaria um dia inteiro por lá sem nem perceber o tempo passar.

E, caso alguém esteja realmente pensando em passar o dia na Praça, há vários restaurantes por perto, tanto de fast-food, quanto de self-service ou pratos executivos. Gosto bastante do Café com Letras, dentro do CCBB e o Magnolia, no Museu Mineiro. Também gosto de passar pela Prontto Express, espaço hipster charmosíssimo que fica ao lado do Subway e vende bebidas (adoro os sucos integrais, mas também tem vinho e vários tipos de cervejas artesanais) e doces (experimentem o pão de ló de brigadeiro!).


Pretendo, algum dia, visitar cada um dos espaços e tirar fotos especificamente para escrever sobre eles no blog - este post foi apenas uma introdução. Só não sei exatamente quando isso vai acontecer, porque tenho vários posts planejados sobre lugares que já conheci, tanto aqui quanto em outras cidades. Caso algum leitor conheça os outros espaços e queira compartilhar a experiência, fique à vontade para contar e me deixar com vontade. E, enquanto eu não volto pra falar mais sobre os lugares, fiquem com essa lindeza que é o céu de Minas em uma das muitas fotos que eu tiro sempre que resolvo fazer uma caminhada depois do almoço.

Uma foto publicada por Cíntia Mara (@cintiamcr) em

CONVERSATION

Back
to top