Castle - Top 12 episódios favoritos

Richard Castle é um famoso escritor de mistérios, que se vê envolvido com a polícia de NY quando um assassinato ocorre exatamente como descrito em um de seus livros. Depois de ser interrogado pela polícia, Richard se junta a Detetive Kate Beckett para solucionar esse caso. Os dois se tornam parceiros e começam a investigar outros crimes cometidos em Nova York, ao lado dos experientes detetives Javier Esposito, Kevin Ryan e Capitão Roy Montgomery. Eles trabalham também com a legista Lanie Parish. Além de desvendar assassinatos brutais, Richard também tem que cuidar de sua família: a mãe, Martha Rodgers, uma diva da Broadway, e a filha, Alexis. (Todas as sinopses foram retiradas do Banco de Séries.)
Nessa segunda-feira, depois de oito temporadas, Castle chegou ao fim. Eu não gosto de dizer que uma série deveria acabar - quem sou eu pra achar que tenho esse direito - e estava gostando de verdade dessa nova dinâmica da série, mas creio que tenha sido a decisão certa, dado que a audiência provavelmente sofreria com a saída de Stana Katic. Entretanto, saber disso não me impediu de ficar com o coração apertado quando o último episódio, que fiz questão de assistir ao vivo, terminou.

Castle foi a primeira - e, até agora, única - série policial que me conquistou. Eu não sou a maior fã de suspenses, porque sou muito medrosa, mas vários detalhes a tornaram especial: a química absurda dos dois protagonistas, aos personagens coadjuvantes, o elenco, os episódios temáticos, as histórias principais... Embora sejam poucos, creio que os episódios que escolhi demonstram isso muito bem e vocês verão à medida em que falo um pouco sobre cada um deles.

(Eu acho que não deveria ter que avisar esse tipo de coisa, mas só pra não correr o risco de ter que aguentar mimimi depois: Sim, pode ser que tenha spoiler. Não que eu vá contar de propósito, mas também não farei nenhum esforço especial para evitar, então, prossigam por sua conta e risco.)



Top 12 episódios favoritos de Castle

1x1 - Flowers for Your Grave

1x1 - Flowers for Your Grave
O grande escritor e brincalhão Richard Castle é convocado a prestar esclarecimentos à polícia depois que assassinatos ocorrem exatamente como em seus livros. A detetive Kate Beckett fica responsável por interrogá-lo.
Eu já sabia muita coisa sobre a série antes de começar a assistir, então tinha muitas expectativas quando, finalmente, vi o piloto (o que ocorreu há apenas dois anos e meio), mas ele não me decepcionou e despertou minha vontade de continuar vendo. Em especial, a química entre Castle e Beckett já me fez torcer por eles desde a primeira interação. E eu sempre me empolgo quando gosto dos protagonistas (o Castle me irrita muito, mas ainda gosto dele, sim), já que esse é o meu maior desafio com todas as histórias.

2x11 - The fifth bullet

2x11 - The fifth bullet
Castle e Beckett investigam um negociante de arte que é baleado em sua galeria, mas a bala está inexplicavelmente ausente da cena do crime. Para adicionar a isso, a única testemunha sofre de amnésia.
The fifth bullet é um episódio leve e sem muita importância para a evolução das histórias principais (que ainda nem eram muito conhecidas nesse ponto) e que, por isso, deve ter sido esquecido por muita gente. O que me marcou nele foi que, pela primeira vez, eu vi o potencial da série para fazer episódios que fogem do padrão, algo que perdurou pelas temporadas seguintes. Dos casos isolados, este foi um dos meus favoritos.

2x13 - Sucker punch

2x13 - Sucker punch
Castle e Beckett investigam a morte de um mafioso irlandês, mas enquanto estão no caso, descobrem o que pode ser uma operação de tráfico internacional de drogas, bem como o assassino pode estar envolvido no assassinato da mãe de Beckett.
Ao contrário do anterior, Sucker Punch é um episódio pesado, triste e importantíssimo. A storyline mais importante da série, que fez parte de quase todas as temporadas (se não me engano, a sétima foi a única exceção) começa aqui, com Beckett conhecendo o homem que sujou as mãos com a morte de sua mãe. A sequência em que ela atira nele para salvar Castle e, em seguida, tenta reanimá-lo, na esperança de chegar ao mandante do crime, é sensacional. Stana foi maravilhosa, mas acho que disso todos nós ja sabemos.

3x24 - Knockout

3x24 - Knockout
A investigação de Kate Beckett sobre a morte de sua mãe recomeça quando Hal Lockwood - um assassino de aluguel com informações sobre o assassinato — faz uma fuga espetacular durante seu julgamento.
Outro episódio focado no assassinato de Johanna Beckett, mas ainda mais emocional que o outro, pois além de não conseguir todas as respostas que queria, Kate ainda teve que lidar com a morte do seu mentor e terminou o episódio com uma bala no peito.

4x14 - The blue butterfly

4x14 - The blue butterfly
Quando Castle e Beckett investigam a morte de um caçador de tesouros, eles descobrem que o caso está ligado a um homicídio, de 1947, envolvendo um detetive privado. Castle sabe que a única maneira de resolver o assassinato de hoje é resolver o do passado.
A quarta temporada tem os melhores casos. Também foi uma das épocas mais interessantes na relação de Rick e Kate, porque é aquela fase em que ambos já sabem que estão apaixonados, mas não fazem nada, então fica aquela torcida constante para que, enfim, um dos dois tome uma atitude. The Blue Butterfly contribui com esse clima, colocando os dois para desvendar não apenas um crime, mas o que aconteceu com aqueles dois amantes de tantos anos atrás.

4x19 - 47 seconds

4x19 - 47 seconds
Uma bomba explode no meio de um protesto em NY. Enquanto tentam desvendar o caso, Castle descobre algo inesperado e que pode mudar tudo.
Dos episódios com casos isolados, 47 seconds é o meu favorito. Todos os casos são quebra-cabeças que os detetives precisam resolver, mas este também é apresentado dessa forma, com as cenas se repetindo com sutis variações à medida em que as testemunhas contam sua versão. Foi o único que revi por inteiro apenas para escrever esse post e, mesmo já sabendo o que aconteceria, eu simplesmente não consigo parar de prestar atenção em nenhum momento, não quero perder nada.

5x05 - Probable cause

5x05 - Probable cause
Enquanto investigam um chocante assassinato ritualístico, Beckett e sua equipe descobrem surpreendentes evidências que ligam Castle ao assassinato. Enquanto as evidências contra ele vão aumentando, as lealdades são testadas.
Probable Cause é um dos episódios mais tensos da série. É quando 3XK, o serial killer tão brilhante quanto cruel, faz seu retorno após duas temporadas. O plano dele para incriminar Castle é tão perfeito, que é impossível acreditar em uma saída. Todos os episódios com 3XK são sensacionais, até as atuações sobem um nível. E eu gosto ainda mais deste pela questão das "lealdades sendo testadas", porque esse é um assunto que sempre me chama a atenção. Amo ver como a Kate acredita nele, mesmo com todas as evidências apontando o contrário, e como todos vão ficando cada vez mais arrasados à medida em que o caso avança.

5x19 - The lives of others

5x19 - The lives of others
Impedido de acompanhar os casos por conta de uma lesão no joelho e perto de seu aniversário, Castle arruma uma maneira de passar o tempo. 
The lives of others é o centésimo episódio da série e um dos que evidencia a criatividade dos roteiristas em inovar. Além do caso principal da semana, que nem tem tanta importância, há o caso particular de um Castle entediado sem poder sair de casa e que acaba sendo muito divertido, porque todos sabem que a imaginação do escritor não tem limites.

6x11 - Under Fire

6x11 - Under Fire
Enquanto Castle e Beckett correm contra o tempo para encontrar um incendiário assassino, a esposa de Ryan, Jenny, entra em trabalho de parto, mas um desastre ameaça arruinar o momento de alegria.

Eu ainda não falei de Ryan e Esposito, porque quis deixar tudo pra falar agora, mas vocês precisam saber de uma coisa: eu adoro os dois. Se a série tivesse sido renovada sem a Stana, eu continuaria, vendo por eles. Eu amo personagens coadjuvantes e, mais do que tudo, eu amo bromances, então, qualquer episódio focado nos dois também terá o meu amor. E isso é algo em que, a meu ver, a série pecava muito, porque eles deveriam ter tido mais atenção ao longo das temporadas.

Under Fire coloca os dois amigos em risco enquanto Jenny Ryan, a mulher de Kevin, está em uma ambulância prestes a dar à luz a primeira filha dos dois, Sarah Grace. Quando cheguei a esse ponto da série, eu estava assistindo sem spoilers e temi muito pela vida deles, mas o final - a cena da imagem - é lindo, com os três casais reunidos e bem.

A propósito, para quem não sabe, Kevin e Jenny Ryan (ou Seamus e Julianna Dever) são casados e lindos também na vida real.

7x15 - Reckoning

7x15 - Reckoning
Os riscos são ainda altos quando a 12ª disputa com os assassinos em série Tyson e Drª Nieman para ver quem é mais inteligente. Castle e a equipe precisam solucionar o caso antes que os assassinos façam mais uma vítima.
Outra tradição durante esses sete anos de Castle eram os episódios duplos do meio da temporada. Reckoning foi a segunda parte do duplo que encerrou, de fato, a história de 3XK, que saíra ileso em outras duas ocasiões. Agora, ele volta com sua companheira, Dr Nieman, uma médica obcecada pela perfeição que quer ter o belíssimo rosto de Katherine Beckett. (Quem pode julgá-la por isso, não é mesmo? Só o delineado da Beckett já me faria uma pessoa mais feliz, imagina o rosto todo!) É um episódio pesado, cheio de reviravoltas e, sem dúvida, muito marcante.

7x23 - Hollander's woods

7x23 - Hollander's woods
Uma morte na floresta leva Castle de volta a um evento aterrorizante de sua infância, que o definiu pelo resto de sua vida. A investigação leva a uma obsessão, ele tenta encontrar respostas que o iludiram, enquanto Kate encara possíveis caminhos a seguir.
A season finale da sétima temporada é a minha favorita, superando até a última. Se me lembro bem, ela foi escrita para servir tanto como final de temporada quanto final da série e, por isso, foi como um ciclo se fechando. Gosto de como ela é focada no Castle, porque, em geral, os plots dele não eram tão bem desenvolvidos quanto os da Beckett - inclusive, essa é a temporada que eu menos gosto - mas esse episódio foi uma ótima surpresa. Foi assustador para pessoas medrosas como eu, mas também interessante descobrir por que Richard Alexander Rodgers se transformou em Richard Edgar Castle.

8x22 - Crossfire

8x22 - Crossfire
No último episódio da série, Castle e Beckett estão prestes a derrotar LokSat, mas uma reviravolta imprevisível coloca o caso - e suas vidas - em perigo.
Se o final da sétima temporada também foi o final de um ciclo, a oitava começou outro, trazendo como fio condutor um plot ligando o assassinato de Johanna Beckett, que todos pensávamos já ter sido resolvido, ao desaparecimento de Castle. A temporada também trouxe de volta a Alexis e apresentou os personagens Vikram e Hayley, enquanto levou a "menina da TI" Tori e a capitã Gates. Foi uma temporada controversa, que muitos não gostaram. Eu, particularmente, gostei de como os roteiristas ainda conseguiam trazer casos diferentes o tempo todo, ainda que a trama principal tivesse seus furos. Em especial, o Vikram era um personagem chatíssimo, mas a Hayley compensava (no fundo, ainda tenho um fio de esperança em um spin-off dela trabalhando com a Alexis).

Dito isso sobre o meu sentimento com a temporada em geral, devo dizer que o final da temporada (e da série) ao mesmo tempo em que foi completamente diferente do que eu esperava, atendeu a todas as minhas expectativas.

Imagino que tenha sido um grande desafio para os roteiristas escrever esse episódio sem saber se seria ou não o último, sendo que já tinham feito o mesmo com a season finale anterior, mas eles conseguiram fechar a série como um todo e o novo ciclo. Infelizmente, nem todas as perguntas possíveis e imagináveis foram respondidas (a minha maior dúvida, inclusive, não foi: Por que Beckett e Castle não se tratam pelo primeiro nome quando estão em casa?), mas as principais foram e, considerando as circunstâncias, isso foi o bastante.

Por fim, qualquer episódio que me cause esse tipo de reação merece a minha consideração.


Os dois minutos finais do episódio me deixaram sem ar. Assisti a tudo de novo no dia seguinte e, ainda assim, tive que voltar essa parte, porque é tudo muito louco e muito rápido. A última cena, porém, é quase que exatamente o que eu queria que acontecesse. Eu só queria ter visto a cara da Beckett quando o Castle jogou na cara dela que o viajante do futuro que eles encontraram no 6x05 estava certo. Ainda bem que existem fanfics, porque alguém tem que escrever essa cena. 


Castle foi uma das séries que mais me empolgaram nos últimos dois anos. Pela sua estrutura procedural e com pouco foco nos personagens, não é muito provável que algum dia eu assista à série inteira novamente em um futuro próximo, mas sentirei muita falta e ela permanecerá entre as minhas favoritas [ainda que seja clichê terminar o post assim] always.

CONVERSATION

Back
to top