Em maio - Aquele dos 30


Maio foi um mês cheio, o mais agitado até agora. Eu mesma estou surpresa por ter conseguido manter meu ritmo de postagem. É bom ter um planejamento prévio, porque já dá pra ir pensando nos detalhes, mas, mesmo assim, teve dia que eu me empolguei e fiquei até tarde da noite escrevendo.

Comecei fazendo um curso de dois dias pra tirar uma certificação importante para os meus planos profissionais. Já emendei e na mesma semana comecei a pós, que estou adorando. Meu primeiro trabalho prático envolvia criar personagens e escrever sobre eles – bem diferente do que o senso comum esperaria de um curso na área de desenvolvimento de software. Meu tempo está ainda mais reduzido, mas está valendo a pena, tem coisa que até já consegui aplicar no dia-a-dia.

No blog


Para começar, caso alguém não tenha percebido, troquei o layout. Eu gostava do antigo, mas ele tinha uns problemas que estavam me irritando já há alguns meses. Não estava nos planos mudar agora, porque, normalmente, é preciso um pouco mais de tempo para deixar tudo do meu jeito. Mas esse template foi incrivelmente fácil de personalizar. Estou achando lindo, apesar de ainda ter alguns ajustes menores pra fazer. Também tenho que criar o blogroll, que deletei sem querer, e editar a formatação de alguns posts antigos. Tenho uma regra mental de não trocar de template mais de duas vezes no ano, então, espero manter o blog com essa cara por pelo menos mais seis meses.

Destaques



Em Maio eu...

(Uma seção que eu quero fazer desde que comecei os resumos do mês, mas sempre acabava esquecendo)

Li: Nada. O livro que comecei nas férias ainda está na minha bolsa. Voltarei quando conseguir adaptar melhor os meus horários com as aulas e leituras da pós.

Assisti
  • Os episódios finais de Castle;
  • Os finais das temporadas de The Big Bang Theory, QuanticoModern Family;
  • A quarta temporada de Orphan Black e a segunda de Grace and Frankie;
  • Meus rewatches Gilmore Girls, You’re the worst e Life in Pieces.

Ouvi: Além da minha playlist de Espanhol, ouvi bastante MPB, CCM, indie e jazz. Estou em um momento de músicas calmas, pra equilibrar a correria no dia-a-dia e os ânimos exaltados na internet. A música do mês é Dançando, da Pitty com Martin Mendonça. Eu estou longe de ser uma pessoa deboísta/good vibes, mas tem horas que a gente precisa ser lembrado que o mundo não é essa desgraceira toda que parece, não. (Também teve Aquela dos 30, da Sandy, já que agora eu tenho 30. Eu até queria falar sobre isso, mas vou deixar pra depois, porque a maioria das pessoas não entende o quanto eu odeio aniversários e vem me encher o saco com aquela baboseira de parabéns/hoje é seu dia/blablabla.)


Eu recomendo

Não tive muito tempo para ler blogs, muito menos para comentar. Aliás, não tive tempo para responder aos comentários, mas prometo que estão todos guardados. Por isso, serão poucas as recomendações dessa vez.

Queria escrever mais, mas a minha conexão resolveu cair e tive que improvisar para conseguir publicar. Volto na quinta falando de livros.

CONVERSATION

Back
to top