Pele oleosa x Tempo seco: Como lidar?

Pele oleosa x Tempo seco: Como lidar?

Eu sempre tive a pele muito oleosa, mas nem sempre soube como lidar com ela. Já sofri muito com as espinhas, cravos e com o brilho excessivo, principalmente quando eu não tinha tempo, dinheiro ou o conhecimento necessário para cuidar do jeito certo. Hoje, a oleosidade está sob controle, mas tive que pesquisar e experimentar bastante até chegar nesse ponto.

No inverno, a rotina muda um pouco. Eu moro em Belo Horizonte, que costuma ter um tempo muito seco entre o final de maio e meados de setembro. No início, parece um sonho. O esmalte não amassa, a chapinha dura o dobro do tempo, a maquiagem fica bonita o dia inteiro. Depois, o corpo começa a reclamar. Não importa o quão acostumada eu ache que estou, a sinusite dá as caras, a garganta seca, o nariz sangra. E a pele, eventualmente, reclama. Este ano, contrariando todas as minhas expectativas, até ocorreram algumas chuvas pelo caminho - hoje, inclusive, a umidade está altíssima para os nossos padrões, 63%, contra 82% no Rio de Janeiro, 93% em Foz do Iguaçu e 56% em Brasília - mas isso não dura muito tempo. Os cuidados, porém, precisam continuar.

E é aí que entramos em um dilema: Eu não posso tomar banho de hidratante, porque, mesmo ressecada e repuxando, minha pele continua sendo oleosa. E agora, quem poderá nos ajudar?

Pele oleosa x Tempo seco: Como lidar?


Use produtos variados


Eu comecei o inverno usando os mesmos produtos que usara desde outubro do ano passado, o Sistema 3 Passos da Clinique. Os produtos - sabonete líquido, tônico esfoliante e hidratante - vêm em versões diferentes para diferentes tipos de pele e os meus são o extremo da pele oleosa e funcionaram muito bem no verão e outono. Porém, com a queda da umidade, algumas partes do meu rosto começaram a ficar ressecadas. Foi aí que eu resolvi variar. Não dava para comprar a mesma linha em uma versão mais suave, porque o menor kit custa R$165, dura de três a quatro meses e eu não tinha nenhuma garantia de que daria certo (por mais que as chances fossem altas). Optei por comprar produtos mais baratos e menos eficientes na remoção da oleosidade, já que ela diminui naturalmente nessa época. Estou alternando entre eles, de acordo com a necessidade, e o resultado está sendo ótimo; minha testa não parece papel alumínio, mas também não parece lixa de unha.

Abuse das máscaras


Máscaras podem fazer milagres, principalmente se for daquelas que limpam E hidratam. É tudo o que uma pele oleosa precisa no inverno. Para quem gosta de coisas naturais, tem muita receita de máscara na internet. Se não quiser se arriscar, tem umas até bem baratas. Eu gosto muito da máscara de pepino da Avon; é barata, tem um cheirinho gostoso e me deixa com uma sensação ótima.

Pele oleosa x Tempo seco: Como lidar?

Não se esqueça do filtro solar


Não é porque está frio que o filtro solar pode ser dispensado. Pelo contrário, a baixa umidade e o vento acabam nos distraindo, mas os raios continuam ali. Mesmo que você não use um protetor solar separado, procure por produtos - hidratantes, bases, pós - que tenham um fator de proteção.

Troque o demaquilante pela água micelar


Demaquilante sempre foi um problema. Os bifásicos me deixam brilhando, os líquidos ressecam. Mas esse problema acabou quando eu descobri a Água Micelar, que remove a maquiagem sem ser agressiva.

Conheça a água termal


Você já deve ter visto alguma blogueira de beleza falando em água termal e você já deve ter pensado que isso é frescura de gente rica ou simples propaganda enganosa pra ganhar as coisas. Não é.

Gosto de usar depois da maquiagem e minha pele sempre parece mais saudável. A água termal parece ser absorvida com mais facilidade que a água normal, então não estraga nada. E pode parecer caro, mas uma de 300ml dura mais de seis meses.

Mantenha todo o corpo hidratado


Não adianta hidratar apenas o rosto, se o seu corpo inteiro não estiver bem. Tome muita água, cuide dos cabelos, tenha sempre por perto um hidratante para as mãos e um protetor labial, e não se esqueça dos cotovelos, joelhos e calcanhares, sempre maltradados. Eu não gosto de passar hidratante corporal, tenho preguiça, mas estou me esforçando (pelo menos algumas vezes na semana), porque sei que é importante. A cabeça não está separada do corpo, então, uma hidratação completa deixa as coisas mais fáceis, principalmente para quem sofre com a oleosidade e não pode usar muita coisa no rosto.

Gostou das dicas? Fique à vontade para compartilhar as suas nos comentários. A Annie também tem um post com as dicas dela e eu contei pra ela nos comentários sobre alguns dos meus produtos favoritos. E você também pode me seguir no Instagram, pra ver o que eu uso e também os resultados.

Que me desculpem as que já nasceram belas, mas se cuidar é fundamental.

CONVERSATION

Back
to top