#Rio2016 - Meus esportes favoritos


Falta pouco para o final dos Jogos Olímpicos de 2016. Por duas semanas, nós vibramos, torcemos e nos divertimos até com esportes cuja existência ignoramos durante quatro anos (ou alguém aí se lembrava que existe uma corrida sem correr chamada Marcha Atlética?). Uma parte boa de ter os jogos acontecendo em nosso país é despertar o interesse do brasileiro por esportes nos quais nós não costumávamos prestar atenção. Não que nós vamos todos lotar ginásio em competição de Ping Pong a partir de agora ou chegar em casa prontos para ver um jogo de golfe depois da novela das nove. Mas, talvez, alguns esportes passem a ganhar um pouco mais de atenção na mídia, o que aumenta o interesse, que aumenta a atenção da mídia e alimenta o ciclo.

Para não me esquecer, resolvi listar os meus dez esportes favoritos das Olimpíadas - alguns de que eu já gostava antes e outros cujo interesse despertou agora.


Rio 2016 - Meus esportes favoritos


10. Atletismo



O Atletismo é um esporte muito interessante, porque, a meu ver, ele é o mais fácil na teoria e um dos mais difíceis na prática. Eu tive aulas de algumas modalidades no meu primeiro ano de CEFET e ganhei um enorme respeito por esses atletas, porque uma simples corrida rápida de 100 metros pode ser muito desgastante. Também fiz arremesso de peso e alguns saltos - o salto triplo e o salto em altura, que eu me lembre - e não teve nada de fácil em nenhum deles. Agora, me peguei nervosa durante o Salto com Vara, na torcida pelo nosso segundo ouro e também agoniada, porque seis metros é muita coisa. Ainda bem que desse eu só vi o final!

9. Tênis



Eu nunca joguei Tênis de verdade, só no vídeo game ou ping pong, mas tenho muita vontade. Entendo completamente por que é um esporte que as pessoas ricas aparecem jogando na televisão, é algo que eu poderia praticar depois de adulta, apenas por diversão. Pena que não seja muito comum no Brasil.

8. Ginástica rítmica



Ginástica Rítmica é menos esporte e mais dança. É muito bonito de se ver, com as roupas coloridas e todos os acessórios (especialmente a fita). Este ano, a modalidade ficou para os últimos dias e fico feliz de poder assistir algumas apresentações.

7. Nado sincronizado



Nado Sincronizado é uma dança na água; quem é que nunca tentou fazer isso? Eu já tentei muitas vezes, quando eu e minhas irmãs éramos crianças e íamos ao clube com frequência (porque mineiro gosta tanto de água que supre a ausência de praia indo ao clube no fim de semana). Para assistir, é uma competição agoniante, porque eu não entendo como as pessoas conseguem se mover daquele jeito embaixo d'água, mas também é muito bonito.

6. Esgrima



Se me perguntasse há dez dias, eu jamais diria que Esgrima é um esporte interessante. No máximo, eu diria que gosto dos trajes espaciais tecnológicos. até que eu liguei a TV por acaso, enquanto esperava a hora de me arrumar para sair e vi o confronto de Nathalie Moellhausen com a francesa Lauren Rembi. A ítalo-brasileira começou ganhando, mas a francesa virou, Nathalie quase recuperou e cada um dos segundos finais foi emocionante. Em 2020, este, com certeza, estará entre os esportes que eu espero acompanhar.

5. Futebol



Futebol é meu esporte favorito (e não importa se é ou não porque blablabla nós fomos condicionados a gostar, como vi várias pessoas dizendo por aí). É o que eu mais acompanho, é o que mais pratiquei na vida, é o que mais me faz vibrar. Como o Brasil não tem tradição no futebol olímpico, ele acabou caindo algumas posições nessa lista, mas não poderia ficar de fora. Infelizmente, nossas meninas estão fora da briga pelo ouro, mas ainda vamos torcer muito por elas no bronze. E, por mais que eu queira não torcer no masculino, é impossível

4. Voleibol



Ao contrário do Futebol, o Voleibol brasileiro tem muita tradição nas Olimpíadas. E é um esporte que eu aprendi a gostar, muito porque as minhas irmãs gostam de assistir, mas também por ter uma equipe forte no meu time, o Cruzeiro. Não há muito o que dizer, o vôlei vem, ano a ano, se consagrando como o segundo maior esporte nacional. Inclusive, enquanto termino de escrever este post, acompanho em outra aba o jogo Brasil x China.

3. Vôlei de praia



Minhas mais antigas lembranças esportivas são da Copa de 1994. Depois, vem as Olimpíadas de Atlanta, em 1996, onde o Brasil ganhou medalha de ouro, com Jaqueline e Sandra, e prata, com Adriana e Mônica. Foi com elas que eu descobri que existem outros esportes além do futebol. Tenho muita vontade de ir a um jogo, até porque eu amo praia, é uma pena não ter sido possível.

2. Natação



Eu adoro água e Natação é sempre ótimo de acompanhar, porque as provas são rápidas e as pessoas ganham ou perdem por uma braçada. E o Brasil sempre tem nomes de destaque no esporte, é uma pena que, infelizmente, neste ano não conseguimos nenhuma medalha. Mas, com a aposentadoria de Phelps, o pódio voltará a ter três lugares disponíveis em 2020.

1. Ginástica artística



Curiosamente, um esporte que não tem muito destaque no Brasil em outras competições é um dos que mais nos empolga nos Jogos Olímpicos. Se eu tivesse que escolher apenas um esporte para assistir, seria a Ginástica Artística - em especial, a feminina. É tão bonito que fica até difícil torcer contra as adversária, principalmente quando elas têm o sorriso e a história da Simone Biles. Eu chorei muito com todas as apresentações brasileiras que pude assistir e, como a maioria dos brasileiros, me apaixonei pela nossa Beyonce, Rebecca Andrade, e pela boneca Flavinha Saraiva. Mal posso esperar para ver as duas voltando mais experientes daqui a quatro anos.

E você, o que está acompanhando? Diz aí nos comentários quais são os seus favoritos.

CONVERSATION

Back
to top