Let's Go Photo 2016 - Eu fui


Eu tinha acabado de acordar e estava naquele estado ainda meio dormindo, que dura mais tempo do que eu gostaria depois do despertador tocar, quando vi no Facebook uma matéria do Sou BH sobre uma maratona de fotografia que aconteceria bem no meio das minhas férias. Foi um daqueles momentos "por que não?" em que eu não tinha um motivo válido para não me inscrever. Pelo contrário, eu já estava planejando tirar um dia para turistar na minha cidade, mas, intimamente, sabia que as chances de eu realmente levantar cedo para fazer tudo isso por conta própria eram baixas. Assim, fiz minha inscrição e, no último domingo, saí para fotografar Belo Horizonte.

A experiência foi diferente do que eu imaginara. Eu esperava algo mais turístico, mas o foco era realmente a fotografia - o público alvo são fotógrafos, sejam eles profissionais ou amadores. No início, eu me senti completamente deslocada, porque aquelas pessoas estavam levando as coisas muito a sério. Eles conversavam sobre modelos de câmera, e exposição, e ISO. Eu? Tenho um perfil no Instagram e gosto de fotografar as flores da Praça da Liberdade durante o horário de almoço. E isso nem é meu sarcasmo autodepreciativo falando, porque, modéstia à parte, minhas fotos de florzinha ficam muito boas quando a iluminação e minha falta de estabilidade colaboram. Porém, não dá para comparar o equipamento, a técnica e o olhar de alguém que investiu nisso, ainda que como hobby, com o meu, com minha câmera de R$300 e meia dúzia de vídeos assistidos sobre o assunto no Youtube.

Quis desistir, mas continuei - afinal, por que não? Só saí bem ao final, já durante os sorteios no ponto final, quando meu carregador portátil descarregou e meu celular avisou que eu tinha poucos minutos para chamar um Uber, ou teria que pagar o dobro na bandeira 2 do táxi. Foi um dia bom; cansativo, mas divertido. Eu iria novamente, mas, de preferência, levando uma companhia, pois acho que jamais conseguiria me entrosar verdadeiramente com os outros participantes. (A propósito, desculpa, moço que tentou conversar comigo sobre as fotos minimalistas e o concurso - do qual eu não participei, porque, ainda que eu tivesse alguma chance, os prêmios eram muito específicos para eu tirar a oportunidade de alguém que realmente queria. Não é que eu não quisesse conversar, eu realmente estava disposta a interagir, é só que eu não tinha nada a dizer. Eu conversaria se você tivesse perguntado sobre computadores, ou livros, ou séries.)

Enfim, vou deixar aqui para vocês as favoritas dentre as mais de 400 fotos que tirei naquele dia (além das que já postei no Instagram). Conheçam um pouquinho de Belo Horizonte através delas!


Praça da Liberdade - Belo Horizonte - Minas Gerais
Praça da Liberdade

Praça da Liberdade - Belo Horizonte - Minas Gerais
Praça da Liberdade

A vida é boa e bela para quem sabe viver ela.
Centro

Let's go Photo BH 2016
Centro

Let's go Photo BH 2016
Feira Hippie

Let's go Photo BH 2016
Centro

Let's go Photo BH 2016
Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Let's go Photo BH 2016
Viaduto de Santa Teresa

Let's go Photo BH 2016
Viaduto de Santa Teresa

Praça Raul Soares - Belo Horizonte - Minas Gerais
Praça Raul Soares

Pampulha - Belo Horizonte - Minas Gerais
Pampulha

Pampulha - Belo Horizonte - Minas Gerais
Pampulha

Pampulha - Belo Horizonte - Minas Gerais
Pampulha

Let's Go Photo 2016 - Bairro Floresta - Belo Horizonte - Minas Gerais
Floresta

CONVERSATION

Back
to top