Como é que eu vou dizer que acabou?


Eu sempre gostei de escrever. Desde os cadernos e agendas à era dos blogs e redes sociais, a escrita, de alguma forma, me acompanhou durante várias fases ao longo dos meus 33 anos. O Insignificativo nasceu em um momento em que mudanças na minha vida profissional se refletiam em outras áreas e meu antigo blog não me cabia mais. Agora, quase 4 anos depois, ele vai acabar pelo mesmo motivo.

Desde que mudei de emprego e, principalmente, desde que passei a morar sozinha, estou tendo que reavaliar as minhas prioridades e há meses venho pensando o que fazer do blog. São tantas coisas acontecendo, e tantas outras que quero fazer acontecer, que a presença online caiu para último plano. Ao mesmo tempo, ainda estava ali, sempre presente, a vontade de escrever, de produzir algum conteúdo que seja minimamente relevante nessa imensa rede virtual. 

Acontece que eu não sei fazer as coisas pela metade. Postar ocasionalmente em um blog e me preocupar somente com o texto nunca foi uma opção. Assim, já faz algum tempo que comecei a pensar em alternativas que atendessem às minhas necessidades atuais - não só de ter um lugar para falar sobre qualquer assunto, mas também para produzir algum conteúdo técnico na minha área. Foi aí que resolvi testar o Medium.

Eu já conhecia a plataforma e gosto que seja focada completamente no conteúdo: Sem a preocupação de achar o template perfeito, configurar um sistema de comentários, escolher cores, todas essas coisas que, mesmo sem serem obrigatórias, acabamos fazendo em um blog tradicional. Além disso, o sistema de distribuição do conteúdo pelo próprio Medium facilita a busca por leitores que estão realmente interessados naquele assunto, ao contrário das redes sociais, onde a "competição" é muito maior e o retorno tem sido cada vez menor. O Medium é uma comunidade de pessoas interessadas em ler e escrever. 

O blog vai continuar aqui por tempo indeterminado; já o Twitter e a Fanpage não terão vida longa, optei por concentrar nos meus perfis pessoais todas as divulgações que quiser fazer. Se alguém aqui (tem alguém aqui?) se interessar, pode me seguir em qualquer uma dessas redes:

No Medium, vocês podem seguir o perfil, as publicações pessoais ou, ainda, as técnicas/profissionais, para quem quiser conhecer mais sobre análise de negócios, gestão de produto, agilidade e todo esse mundo de consultoria de software. Ainda não comecei a escrever por lá, mas, quando começar, podem ter certeza que ficarei muito feliz de encontrá-los.


CONVERSATION

Back
to top